É preciso aprender a correr?

O New York Times apresenta hoje um artigo sobre um estudo feito sobre a evolução da eficiência da corrida (quantidade de oxigénio necessária para correr a determinada velocidade) ao longo do tempo. O estudo foi feito com um grupo de mulheres que foram introduzidas à corrida pela primeira vez. Antes e após 10 semanas de treinos, a forma como estas mulheres corriam, o ritmo cardíaco e outros parâmetros foram avaliados.

A conclusão é que simplesmente com a experiência as pessoas tendem a modificar e optimizar a sua passada e a tornar-se mais económicas em termos de oxigénio. No caso deste grupo de estudo, a capacidade de utilização de oxigénio aumentou 8.5%.

Para ler aqui.

Anúncios